2 de agosto de 2005

Americana Morre na India


Nâmaskar

A Índia está desenvolvendo uma parceria com os EUA para lançamento de satélites americanos.

***

Mumbai está novamente alagada e sofrendo com as chuvas. Há previsão para mais chuva nos próximos dois dias. O governo recomenda que as pessoas não saiam de casa.
***

Foi descoberto mais um esquema de prostituição em Delhi sob a máscara de “Massagista” e 3 pessoas foram presas. Já é a quarta vez que isso acontece. Massagem aqui na Índia virou sinônimo de sacanagem. Estão desmoralizando a profissão que já foi séria 20 anos atrás.
***

Cerca de 600 mil Kanwarias estão passando por Delhi em sua anual romaria religiosa. Mas dessa vez eles estão em estado de histeria coletiva e já mataram um trabalhador por espancamento e estão destruindo tudo por onde passam causando um grande caos e interrompendo o tráfego. Eles se vestem com a cor ocre (laranja) e carregam bandeiras e kumbhas (jarros).
***

Uma moça americana de 21 anos morreu na cidade turistica de Jaipur.

Ela estava dançando no bar do hotel quando escorregou e caiu sobre os fios do sistema indiano de “cooler” (refrigeração de ambiente) e morreu eletrocutada.

A californiana estava aqui pela Learning Foundation of India num projeto para educar crianças da zona rural.
***

O governo indiano vai tentar novamente fazer com que os médicos e pessoas parem de matar os fetos do sexo feminino. Eles vão cobrar multa de 10 mil rúpias (555 Reais) de quem for pego fazendo exame de ultrasom para fins de exterminação de feto feminino ainda no ventre da mãe. Os indianos ainda preferem ter “filhos-homens” a terem meninas.

As meninas só servem para casar e procriar, não dão lucro algum as famílias, pelo contrário dão MUITA despesa pois os pais tem que pagar dote ao noivo e arcar com todas as despesas de casamento.

Incredible India! (slogan oficial do governo indiano)

OM Shanti
O que infelizmente não surpreende a niguém que mora aqui, uma vez que a fiação elétrica é quase que toda feita na base da “gambiarra” ou seja, ilegal, amadora e perigosa.