30 de março de 2006

Raja Ramohan Roy


Nâmaskar

Já há algum tempo eu quero apresentar para você uma dessas pessoas que ajudam a mudar profundamente a história e cultura de um povo mas que no entanto não é conhecida da grande maioria; a essas pessoas eu chamo de "Heróis Silenciosos".

Antes de vir para a Índia eu também não conhecia RAJA RAMOHAN ROY, mas quando soube de sua luta incansável pela defesa da mulher indiana, passei a admira-lo profundamente. Como é bom saber que tem sempre gente a frente de seu tempo; são essas pessoas que fazem a diferença no mundo e deixam sua marca.

Aqui fica minha homenagem à esse indiano que se mostrou um GRANDE humanista, educador e defensor da causa da mulher.

Raja Ramohan Roy nasceu dia 22 de maio de 1772 na cidade de RadhaNagar no estado da Bengala do Oeste.

Esse bengalês se indignava profundamente com a milenar prática do Sati (queima da viúva viva junto ao corpo do marido falecido).
Ele lutou muito e incansavelmente contra esta barbaridade e me alegro em dizer que ele terminou VITORIOSO! Graças a ele, a prática do Sati foi proibida e reduziu-se drasticamente.

Ele era educador e foi alcunhado como o “Pai do Jornalismo” pois foi quem fomentou as primeira idéias jornalísticas na Índia. Um pensador moderno, foi um reformador social.

O senhor Roy, foi influenciado pela Revolução Francesa. Quando levantou sua voz contra o Sati, somente os ingleses o ouviram e o apoiaram. A sociedade indiana não queria mudanças e nada via de errado em queimar mulheres vivas na pira funerária.

Em 1817 Roy ajudou a estabelecer a primeira escola pública de Calcutá.

Em 1822 ele estabeleceu sua própria escola chamada Anglo-Hindu School.

Em 1828 ele fundou o Brahmo Samaj (uma nova religião dicidente do hinduismo, onde não se admitia a prática do Sati e de nenhum outro tipo de sacrifício tão comuns na prática hindu).

Em 1829 ele conseguiu com o ajuda do Lorde Bentick passar uma legislação proibindo o Sati.

Ele escreveu 1 livro, traduziu 2 e fundou uma revista semanal.

Faleceu em 27 de setembro de 1833.

Ele tentou como pôde tirar a sociedade indiana do primitivismo e das trevas. Ele viu na educação (escolas) um meio viável de instruir as pessoas para que abrissem suas limitadas visão de mundo e progredissem enquanto seres humanos.

Que bom que este homem veio ao mundo!!! Que bom que ele nasceu na Índia!

Incredible Raja Ramohan Roy!

OM Shanti