13 de março de 2006

Trabalho Infantil


13/03/2006

Nâmaskar

A Elaine Predis me perguntou sobre trabalho infantil aqui na Índia, então aqui vai ...

Pobre por aqui tem filhos que é para po-los pra trabalhar e assim ganhar dinheiro.

O mais comum é usar as crianças para pedir esmolas, mas a coisa não pára por aí. As crianças indianas tem que pegar no pesado literalmente. Elas servem pra carregar pedras, areia, terra, tijolos, cimento etc. assim como para quebrar pedras, trabalhar na mineração, lavoura e tudo o mais que se possa imaginar.

As meninas já desde os 7 anos (sendo casadas ou não) servem como empregada doméstica, lavam roupas, cozinham, limpam chão, cuidam das crianças dos patrões e assim vai.

Tanto nas cidades como na zona rural, a vida das crianças pobres por aqui não é nada fácil. No campo elas cuidam dos animais, pegam água no riacho, cuidam dos irmãos mais novos, aram a terra, plantam, semeiam, colhem ...

Nas cidades elas trabalham em manufaturas, construção civil, industria têxtil, remam barcos, passam roupas, trocam pneu, lavam carros, cuidam da jardinagem ...

Criança não é criança por aqui, pelo menos não como os ocidentais pensam. Aqui criança é um humano pequeno e que tem que trabalhar para sua sobrevivência como qualquer outra pessoa.

Até alguns anos atrás ninguém ligava ou se importava com as crianças, não existiam ONGs para isso e quem começou isso por aqui foi a Madre Teresa que ficou horrorizada com a condição de vida da criançada e dos párias.

Aliás Madre Teresa foi uma das melhores coisas que aconteceu na Índia. Ela ensinou os indianos a ver as pessoas necessitadas com compaixão, e a respeita-las e cuidar delas com carinho e amor. Mesmo assim até hoje tem gente que não entende como e por que Madre Teresa gostava tanto de pobre e se misturava com "essa gente", mas isso é outra história...

Incredible India! (slogan do governo indiano)

Om Shanti