15 de maio de 2006

Bigamia: Na India pode!!



Namaste

Você já sabe que bosta quanto mais mexe mais fede, e a coisa aqui está fedendo cada vez mais!

Lembra que eu postei na semana retrasada uma notícia sobre um engenhiro indiano que foi raptado no Afguenistão e degolado?

Pois bem, um fulano do Taliban (grupo terrorista afegão) deu uma entrevista pra um canal de tv local dizendo que eles queriam pedir dinheiro (resgate) pro governo da India pra liberar o engenheiro, mas a facção paquistanesa mandou decapitar o coitado.

Preocupados com o crescente número de trabalhadores indianos no Afgenistão, os paquistaneses resolveram arrancar a cabeça do engenheiro pra que servia de exemplo de que os indianos devem permanecer na India e não tem nada que ir trabalhar no Afgenistão.

Que o Paquistão apoia o terrorismo e o Taliban, isso até os EUA já sabem faz tempo, assim como Osama Bin Laden está escondido no Paquistão, o que foi novidade, foi a decaptação do engenheiro “pra servir de lição”!!!

Mas o fedor não pára por aí, afinal estamos falando de India!

Depois que o corpo do engenheiro chegou na India é que se ficou sabendo que ele era bigamo, ou seja, tinha duas esposas!!

O que não é nenhuma novidade no estado de Andhra Pradesh, na verdade é tradição; e há casos de até 3 esposas!! Políticos, atores, juízes e praticamente todas as autoridades tem duas ou mais esposas; embora seja proibido segundo o Hindu Marriage Act, 1955.

O engenheiro casou com a segunda esposa em agosto de 2002 e eles tem uma filha. A moça ao casar-se estava no segundo ano da faculdade e sabia que ele já era casado. Ser a segunda ou terceira esposa não é tabu, pelo contrário é visto como símbolo de poder e virilidade.

Na própria POW (Progressive Organisation of Women) uma ong dedicada à ajudar as mulheres, muitas das funcionárias são segunda-esposa.
Com políticos, policiais, juízes e todos de cargos importantes tendo segunda-esposa, essa situação não vai se reverter tão cedo.

O que me intriga é que no estado do Rajastão (onde se mata fetos femeninos), falta mulher, e 4 ou 5 irmãos são obrigados a compartilhar a mesma esposa, enquanto no sul, o fulano pode ter até 3 esposas. Isso prova o quão complacente é a cultura indiana!

O único problema é que os indianos vivem falando mau dos ocidentais nos chamando de prosmícuos, mas não páram para analisar a própria putaria, que rola solta no país do Kama Sutra.

A primeira esposa do engenheiro ficou tão perturbada com isso tudo que tentou se matar tomando um litro de creolina. Foi feita uma lavagem estomacal nela e ela está internada no hospital.

Vai entender este país!

Incredible India! (slogan oficial do governo indiano)

OM Shanti