26 de maio de 2006

Primeira Mulher Indiana no Everest


Namastê

Semana passada terminei de ler o livrinho EVEREST MY JOURNEY TO THE TOP escrito por Bachendri Pal, a primeira mulher Indiana a escalar o Everest.

Ela começa contando sobre sua família (pai, mãe, irmãos) e sobre sua infância pobre na vila de Nakuri, India.

Bachendri Pal se formou em Sânscrito e só então dedicou-se com afinco ao montanhismo.

Ela participou da quarta expedição indiana ao topo do mundo em 1984 – o pico Everest, o mais alto do planeta na cordilheira do Himalaia.

As duas primeira expedições indianas haviam sido nos anos de 1960 e 1962 e não obtiveram sucesso (ninguém conseguiu chegar ao pico). A terceira eu não sei o ano.

O líder da quarta expedição indiana ao Everest foi o Col. D. K. Khullar e se havia decidido que esta expedição seria mista, ou seja, mulheres indianas poderiam participar!

Um dos momentos mais eletrizantes da escalada ao Sagarmatha (como os nepaleses chamam o Everest), foi na noite do dia 15 para 16 de Maio, 1984, coincidentemente durante o Buddha Purnima, quando uma avalanche arrasou o acampamento onde Bachendri Pal estava dormindo e a soterrou.

Todos do acampamento se machucaram mas ninguém morreu. Buddha com certeza deu uma mãozinha! E o colega de escalada Lopsang salvou Bachendri Pal retirando-a de sob a massa de neve e gelo.

Após diversas aventuras e incidentes, as 13 horas e 7 minutos do dia 23 de Maio de 1984, Bachendri Pal, a primeira mulher indiana, estava bem no topo do Sagarmatha!!!!!!!!

Ao atingir o topo, Bachendri Pal cuidadosamente ajoelhou-se (pois o pico é muito estreito, não há espaço nem pra duas pessoas) e beijou o Everest. Em seguida ela retirou uma pequena imagem da deusa Durga e Hanuman, envolveu em um tecido vermelho, fez uma oração e enterrou na neve bem no bico do mundo!

Ela ficou 43 minutos no pico, apreciando a paisagem.

Om Shanti