2 de maio de 2006

Velas e Piercings


Nâmaskar

Estes últimos 3 dias não estão sendo fáceis nem pra Índia e nem pra mim.

Em meio a tantas coisas ruins acontecendo, a única notícia boa é que o indiano que estuprou no mês passado uma pesquisadora alemã, foi preso, julgado e condenado em tempo record. Foi o julgamento mais rápido até hoje, em 1 mês foi dada a condenação – 7 anos de prisão. Por ser filho de um policial de alto escalão ele achou que não seria preso, mas o governo do Rajastão preocupadíssimo com a repercussão internacional deu um jeito de levar o cara em cana. Mesmo que tenham feito só pra não desmoralizar o lucrativo turismo do Rajastão, fiquei bastante feliz com a condenação desse fulano, que diga-se de passagem, é de Delhi.

Houveram 3 casamentos de crianças só neste fim de semana.

Um engenheiro indiano que trabalhava no Afeganistão foi assassinado pelo grupo extremista Taliban, que não quer que ninguém vá lá reconstruir o país após a guerra.

No estado de Gujarat hindus e muçulmanos começaram a se matar uns aos outros novamente.

Houve um massacre em Caxemira onde 24 hindus morreram ao serem atacados por muçulmanos.

E assim vai a Índia, de mau a pior no seu cotidiano carregado de ódio, intolerância e MUITA ignorância.

Após passar uma noite de cão sem eletricidade, no escuro, sem ventilador num calor de 42º graus, descobri que a empregada substituta (pois a minha está de férias), roubou 3 velas. Onde comprar velas a meia-noite? Sofrer até às 8 da manhã quando finalmente a eletricidade voltou foi o que aconteceu.

As 10 horas da manhã quando a dita cuja empregada veio, meu esposo a questionou e ela confessou que roubou meus 10 piercings de nariz, 8 de prata e 2 de ouro. Ela disse que trará de volta amanhã. Vamos ver se trás ...

Incredible India! (slogan oficial do governo indiano)

OM Shanti