1 de julho de 2006

2 de Julho - Dia do Bombeiro!



Namastê

Dia 2 de Julho é dia do Bombeiro aí no Brasil. Aqui na Índia não creio que tenhamos tal dia, pelo menos nunca ouvi falar.

Alguém já escreveu que “Ser bombeiro é ser anjo”, mas aqui na Índia é ser ‘santo milagroso’!

Começa que o governo não investe no corpo de bombeiro. Olha só a foto e veja o coitado segurando a mangueira sem luvas. O de trás sem capacete.

Aqui faltam os materiais básicos pra se fazer qualquer tipo de resgate, combater incêndio etc. E pra piorar tudo de vez, falta água!!!!!!!!!!!!

Nas ruas, prédios, lugares públicos NãO se tem hidrante nenhum pois não se tem água!! Então como funciona? Os carros pipas (caminhão de água) buscam água no rio Yamuna, Ganges, ou o riacho mais próximo!! A água tem pouquíssima pressão e não dura muito.

A dificuldade de acesso aos lugares para apagar qualquer incêndio ou fazer resgate é MUITO GRANDE pois a Índia tem muita população, é tudo muvucado e tudo MUITO desorganizado. É como sempre digo, aqui os anjos da guarda existem e dão plantão 24 horas x 7 dias da semana!

Os nossos bombeiros aqui sofrem com o trânsito caótico, a falta de acesso, a falta d’água, a falta de instrumentos e materiais apropriados, em fim, se bombeiro é anjo em todos os lugares, aqui eles são ‘santos milagreiros’ pois tem que fazer milagre pra poder trabalhar com tantas dificuldades e adversidades!!!

Guincho e guindaste em caso de terremotos ou remoção de escombros é o nosso querido elefante! O coitado do bicho que tem que puxar aqueles pedaços enormes de paredes...

Em fim, deixo aqui a minha sincera homenagem a todos os bombeiros de todo o mundo. Com certeza todos são muito queridos além de heróis anônimos e anjos salvadores!

Feliz Dia do Bombeiro a todos!

Um grande beijo e um forte abraço!! E em suas orações, por favor incluam os bombeiros indianos pois aqui a coisa é muito feia pro lado deles!

Em 2 de julho de 1856, o Imperador D.Pedro II, assinava o Decreto Imperial nº 1.775, que regulamentava, pela primeira vez no Brasil, o serviço de extinção de incêndio. Nessa época, ao sinal de incêndio, o badalar dos sinos alertava homens, mulheres e crianças que ficavam em fila e, do poço mais próximo, passavam baldes de mão em mão, até chegarem ao local que estivesse em chamas. Para oficializar a importância do bombeiro, por decreto do Presidente da República, desde 1954, todo 2 de julho deve ser dedicado a homenagear esses profissionais. Nada mais justo que uma data em honra dessas pessoas sensíveis às necessidades do próximo e engajados no desejo de servir bem a comunidade.
http://www.bombeirosemergencia.com.br/diadobombeirobr.htm

OM Shanti