1 de agosto de 2006

Francês Chapado & Sacrifício Tântrico


Nâmaskar

Em Bhubaneswar, Orissa, um garoto de 8 anos de idade foi sacrificado pelo pai tantrico num altar de magia negra no meio da floresta. Kanhu Pradhan de 38 anos já foi preso pelo assassinato do filho depois que a mãe do garoto foi a polícia procurando pelo filho desaparecido. O pai-assassino disse ter recebido ordens de “Ma” (deusa) para fazer a oferenda de sacrifício. Antes de matar o próprio filho Kanhu Pradhan matou um bode também como parte da oferenda. A polícia já localizou todos os pedaços do garoto e a arma usada para o esquartejamento.

O que mais me impressiona nesta notícia não é o fato do sacrifício humano infantil pois isso é comum aqui na Índia, mas sim o fato de a vida do filho estar em pé de igualdade com a vida do bode. Incredible India!

Desde que o governo indiano lançou a campanha oficial de turismo com o slogan “Incredible India”, nós estrangeiras moradoras aqui sempre falamos ‘Incredible India’ quando nos chocamos ou nos irritamos com algo. Outro dia até mesmo meu marido indiano não agüentou e soltou um “Incredible India”!

Você assistiu aquele filme do Spielberg com o Tom Hanks que ele fica preso um tempão dentro do aeroporto de Nova York. Ele não pode sair e fica morando no aeroporto?? Pois é, aconteceu algo parecido aqui no aeroporto internacional de Delhi. Um cidadão francês super “embriagado” foi considerado “unsafe” (não seguro) para ser aceito por nenhuma linha aérea, para ser transportado a Londres.O francês “bêbado” veio do Nepal, fez escala em Delhi e de Delhi deveria ir pra Londres, mas como o cara tinha cheirado todas no Nepal ele estava fora de controle.
Ele bateu num passageiro da primeira classe, jogou cerveja numa senhora, ficava bloqueando as passagens e escada rolantes etc. Como nenhuma companhia aérea quis transporta-lo para Londres alegando falta de segurança pois o bêbado/drogado com certeza causaria problemas dentro do avião, e francês ficou mofando por 3 dias no aeroporto, onde ele aprontou MUITAS cenas e incomodou MUITAS pessoas.
A polícia disse que ele se manteve bêbado constantemente durante os três dias que ficou no aeroporto de Delhi. Finalmente a empresa aérea que o trouxe do Nepal pra cá, foi forçada a leva-lo novamente de volta ao Nepal. A Air Sahara levou uma repreensão por ter deixado o fulano embarcar bêbado de Nepal para Delhi e portanto deve de leva-lo de volta ao Nepal.

O aeroporto internacional aqui já é uma birosca, mal organizado e fedido, NãO precisamos de um fulano chapado enchendo o saco dos passageiros!

Incredible India

OM Shanti