18 de agosto de 2006

Poço de Fetos Femininos


Namastê

Na tentativa de reduzir a quantidade de impunidade nos casos de estupro, o governo indiano pretende tornar mandatário que somente juízas julguem os casos.

O orgulho dos juizes foi ferido e eles tentam rebater e defender-se. A verdade é que até mesmo o governo indiano reconhece que a sociedade indiana é extremamente machista e que enquanto os juizes julgarem casos de estupro os culpados continuaram sendo liberados e as vítimas continuarão sendo acusadas de culpadas, pois aqui ainda se crê que a culpa é sempre da mulher que é fácil e deu bola pro estuprador.

Em fim, vejo com bons olhos a tentativa do governo de tentar fazer alguma coisa e por mulheres para julgar o caso, mas sei que de nada adiantará pois infelizmente quem ensina os meninos desde pequenos a serem machistas são as mães, são as próprias mulheres!!!!

Uma funcionária que foi demitida de uma clínica médica SEM licença para fazer aborto, não pensou duas vezes e foi à polícia dedurar os ex-patrões como vingança por ter perdido o emprego.

O casal sikh Dr. Pritam Singh e sua esposa Amarjit Kaur estão em custódia da polícia, pois atrás da clínica há um poço com 35 fetos femininos.

Agora a polícia vai interrogar o casal para saber quantos poços com fetos femininos há atrás da clínica. Pois é minha amiga, ser mulher na Índia não é fácil não. Até nascer é um sacrifício, pois te matam ainda dentro do ventre da mãe!!!! Incredible India!!! O slogan do governo indiano está 100% correto!

Madre Teresa sempre dizia: "Não faça aborto, não mate a bebezinha, traga pra mim que eu cuido" e ela cuidava mesmo! Uma santa mulher, uma mulher com M maiusculo!!! Que falta que madre teresa faz aqui, você não tem idéia!

O governo registrou queixa contra mais duas ONGs por não usar corretamente os fundos dado a elas.

O que tem de ONG picareta aqui é impressionante!!!!! Elas recebem dinheiro do governo indiano ou de organismos internacionais e não repassam nada a quem deveria, o repasse acaba sendo sempre para o próprio bolso.
A maioria delas trabalha com voluntários estrangeiros (de graça) ou pagam no máximo 2 mil Rúpias (100 Reais ou 33 Euros) por mês. Ter uma ONG hoje em dia é um verdadeiro poço de dinheiro!!! Já pensou em abrir a sua? Não esqueça, ONG pra ganhar bem tem que ser na Índia ou em algum país africano.

Eu acho muito triste pois os voluntários que vem pra cá são pessoas boas, dedicadas e de grande coração, e são explorados de forma incrível, tendo que usar dinheiro do próprio bolso para sobreviver.

A ministra chefe Sheila Dikshit, sempre um passo a frente de seu tempo, quer que os ônibus escolares sejam dirigidos por mulheres para que seja oferecido um serviço melhor e mais humano as crianças!!

A ministra é uma senhorinha de cabelos brancos já na melhor idade, mas que eu admiro muito. Se não fosse ela e Sonia Gandhi acho que não agüentaria viver aqui. São elas que me dão esperança de que algum dia a Índia possa melhorar.

Naturalmente os homens no geral, políticos incluídos não as apreciam muito, mas eu tenho por elas o maior respeito possível. Se aprovassem suas idéias este país não seria o horror que é, mas já viu, toda lei tem que ser aprovada pelo parlamento e o parlamento é feito por homens...

Assista ao filme MATRUBHOOMI - A Nation Without Women (Uma Nação Sem Mulheres) e veja como os indianos tratam as mulheres e matam as bebezinhas!!!!

Clique no botão para assistir ao video.

Incredible India! (slogan do governo indiano)


Om Shanti


Copyright - A reprodução é PROIBIDA. Se o fizer, pelo menos que o/a autor(a), a fonte e o blog INDI(A)GESTÃO sejam devidamente citados e os links corretamente fornecidos.


Ao deixar um comentário, por favor IDENTIFIQUE-SE.