13 de fevereiro de 2007

Estação de Trem


Nâmaskar

Quando cheguei de viagem no fim de janeiro, após três meses de Brasil, minha sogra e uma tia do meu esposo estavam aqui em casa. Ontem elas retornaram a Calcutá e fomos leva-las a estação de trem.

O trem (um expresso), atrasou 1h30 minutos. Enquanto aguardávamos sua chegada fiquei observando a estação e imediatamente ocorreu-me escrever um pouco a respeito. Na verdade é mais um alerta a você que planeja vir para a Índia e se locomover de cidade em cidade via trem.

Prepare-se emocionalmente para encontrar estações de trem abarrotadas de gente e com precárias condições de higiene e limpeza.

Raramente há bancos para se sentar e no geral as pessoas sentam nas próprias malas ou direto no chão.

Sugiro que compre uma garrafa de água se estiver com sede e evite beber a “drinking water” disponível nas estações.

Toilets são raros e portanto se precisar urinar basta faze-lo na linha do trem seguindo o exemplo indiano.

O cheiro forte, as moscas e mosquitos fazem parte do cenário, portanto não estresse.

Nas estações há “coolies” ou seja, carregadores que carregam suas malas para você e cobram por quantidade de malas. Utilize os serviços somente dos “coolies” oficiais que usam uniforme (jaleco) e dispense os serviços dos que não tem uniforme. No mais, tenha uma boa viagem!

Incredible India!

Om Shanti