26 de abril de 2007

Ayurveda

Namastê

Você vai adorar o artigo de hoje!!

Um artigo excelente que dá uma explicação clara e sucinta do que é a tão celebrada Medicina Ayurvedica, que temos aqui na Índia. O artigo é uma colaboração muito especial do nosso querido Paulo Bastos Gonçalves diretor da Associação Brasileira de Ayurveda. visite o website da associação http://www.ayurveda.com.br informe-se melhor sobre esta importante forma de medicina e faça o curso de Ayurveda, realmente vale a pena!!

O que é o Ayurveda?

Ayurveda significa conhecimento da vida (ayur=vida, veda=ciência ou conhecimento). É a ciência da saúde mais antiga da humanidade possuindo mais de 5000 anos de existência.

A medicina Ayurvédica é parte da ciência védica e utiliza na sua abordagem terapêutica plantas medicinais, dieta, exercícios físicos, meditação, yoga, astrologia hindu, massagem, aromaterapia, gemoterapia (tratamento com metais e gemas), cirurgia e psicologia.

O Ayurveda afirma que existem 3 humores biológicos no nosso corpo, chamados de Doshas: Vata que possui o elemento ar predominante, Pitta onde o elemento fogo é o principal e Kapha caracterizado pelo elemento água. Vata é como o vento ou o ar em movimento; é seco, leve, sutil e agitado. Pitta é semelhante ao fogo, caracteriza-se por ser quente, oleoso e leve. Kapha é como a água: úmido, pesado e frio.

Na visão ayurvédica um excesso ou deficiência destas características descritas acima indica um desequilíbrio no Dosha (humor biológico) correspondente, o que gera alterações patológicas no corpo físico.


Assim, Vata em desequilíbrio leva ao emagrecimento, debilidade, aversão ao frio, tremores, constipação, alterações no sistema nervoso, tonteira, colite, formação de gases e reumatismo.

Pitta em desarmonia produz olhos e pele amarelados, fome em excesso, sede aumentada, febre, sensação de calor corporal, inflamações, infecções, azia e queimações.

Kapha alterado gera fraqueza do sistema digestivo, palidez, calafrios, tosse com formação de mucosidades nos pulmões, sonolência, obesidade, hipoatividade das funções orgânicas e preguiça.

Segundo a literatura hindu a medicina Ayurvédica possui 8 ramos principais:

· Medicina interna ou clinica geral

· Pediatria

· Psiquiatria

· Doenças da cabeça e pescoço (neste ramo estão incluídos: otorrinolaringologia, oftalmologia e odontologia)

· Cirurgia

· Toxicologia

· Rejuvenescimento* e geriatria

· Afrodisíacos*, neste capitulo estão incluídas a impotência e a infertilidade

* As ciências dos afrodisíacos e do rejuvenescimento lidam
com a prevenção das doenças e a promoção da saúde dos indivíduos sadios.

A cosmetologia Ayurvédica, capitulo da ciência do rejuvenescimento, faz uso de produtos naturais a base de plantas medicinais com o objetivo de melhorar o brilho da pele e suavizar as rugas para isto a massagem ayurvédica é largamente empregada na Índia.

O Brasil possui uma flora riquíssima com cerca de cem mil espécies vegetais, destas em torno de duas mil são usadas para fins medicinais. Segundo o médico indiano Dr. Chowdhury Gullapalli, que possui mais de 40 anos de experiência com Ayurveda, cerca de 80% das plantas medicinais utilizadas no sul da Índia existem no nosso país e podem ser empregadas na visão da tradição Ayurvédica.

O ser humano deve seguir um estilo de vida saudável que de acordo com a medicina Ayurvédica leva a uma mente tranqüila e um espírito harmonioso.

Na ciência védica é muito importante que a pessoa tenha uma vida guiada pela sabedoria, que irá proporcionar um bem-estar em todos os níveis do individuo, físico, psico-emocional, social e espiritual, que é o objetivo final do Ayurveda.

Maiores informações no site http://www.ayurveda.com.br

Incredible India! (slogan oficial do governo indiano)

Om Shanti