17 de abril de 2007

Indianos querem matar Richard Gere


Namastê

Isto confirma que os indianos preferem brigas, guerras e terrorismo a demonstrações de amor e carinho.

Indianos queimam imagens de Richard Gere após beijos em atriz

16/04 - 10:12 - Reuters

NOVA DÉLHI (Reuters) - Os repetidos beijos dados por Richard Gere no rosto da atriz de Bollywood Shilpa Shetty durante um evento para aumentar a conscientização do problema da Aids motivaram protestos na Índia na segunda-feira e manifestantes queimaram imagens do ator.

O astro de Hollywood uniu-se a Shilpa Shetty, vencedora do reality show 'Celebrity Big Brother' na Grã-Bretanha este ano, numa campanha em favor do sexo seguro voltada a caminhoneiros da Índia, o país que tem o maior número de soropositivos do mundo.

'Sem camisinha, nada de sexo', gritou Gere, 58 anos, em hindi a milhares de caminhoneiros que repetiam seu grito em uníssono numa empoeirada praça de exposições em Nova Délhi, na noite de domingo.

O público aplaudiu e assobiou quando Gere se aproximou de Shetty, visivelmente satisfeita, para beijar sua mão e lhe dar vários beijos no rosto.

Na segunda-feira, porém, grupos de homens aos gritos de 'abaixo Richard Gere' queimaram imagens do ator de Hollywood e chutaram as brasas remanescentes em manifestações em Kanpur, Meerut e Varanasi, no norte da Índia, e também em Indore, na região central do país.

Os manifestantes disseram que os beijos de Gere em Shilpa ferem a cultura indiana.

Alguns também queimaram cartazes de Shetty, gritando 'Morte a Shilpa Shetty', e dançaram entre as cinzas, conforme mostrou a televisão.

As cenas dos beijos de Gere foram mostradas repetidas vezes nos canais de jornalismo da TV, e espectadores comentavam os atos do ator de Hollywood.

O porta-voz de Shilpa Shetty disse que as redes de TV estão exagerando.

'Em vez de criar caso em torno dos beijos de Richard Gere, a mídia deveria concentrar-se na promoção da conscientização da Aids', disse Dale Bhagwagar.

As autoridades indianas vêm centrando suas atenções em grupos de alto risco, como os caminhoneiros, que ajudam a espalhar o vírus pelo país, na medida em que muitos deles têm relações sexuais com prostitutas durante suas viagens e contaminam suas esposas quando voltam para casa.

Organizado pelo grupo voluntário Projeto Heróis e a Fundação Corporação de Transportes da Índia, o show de conscientização da Aids também teve a participação do astro de Bollywood Sunny Deol, conhecido pelo papel de caminhoneiro honesto no filme 'Gadar' (Motim).


Esta é a Índia “pacifista e espiritualizada” que você tanto sonha em vir visitar. Aqui é permitido adulto casar com criança, demonstrar ódio e raiva, mas é proibido por lei demonstrar carinho e afeto. É proibido namorar, andar de mãos dadas, abraçar e beijar em lugares públicos. Se você fizer isso vai para a cadeia e apanha dos policiais. Mesmo que a pessoa em questão seja seu esposo!!!

Leia a reportagem Faça Guerra, Não Faça Amor! do dia 11 de janeiro de 2006 neste blog, para entender um pouco melhor esta questão de diferença cultural.

Incredible India! (slogan do governo indiano)

Om Shanti