1 de maio de 2007

RESPOSTAS

Nâmaskar

Hoje é dia de Respostas.

Vou começar primeiramente mandando beijos e muito carinho para as seguintes pessoas:
Paulita e seus desabafos sinceros e contundentes; José Antônio; Liliana Sousa, a colaboradora n.º 1 do blog, Débora, vai mandar E-mail para todos de novo? Hehehehe; Ana Dini, amiga querida; Júlio e os links super legais que ele coloca nos comentários; Valmir e Elaine Predis, os leitores mais antigos do blog; Brasileira da Silva, achei divertido seu nick; Tatiana, Verônica, Elci Camargo, Diego, Beijocas com sabor de pimenta para todos vocês rssssss

Júlio: Obrigada pelos links e pelos comentários, fiquei feliz em saber que apesar de não curtir nada sobre a Índia antes, depois do blog a Índia começou a te perseguir. Não é perseguição, é um chamado hehehehehehe

Susana Nova: Sua matéria sobre Ganesha já foi feita pelo Thakur Dasa, espero publica-la ainda esta semana, por favor aguarde.

Liliana: Os Bachchan venderam por 5 milhões de Rufias os direitos a fotos e filmagens do casamento a um canal de TV de Londres e nós aqui ficamos a ver vacas (pois não há navios em Delhi).

Tatiana: Fica tristinha não menina, aqui ninguém liga para as viuvas, é normal esta situação. Também não quero ficar viuva não, mas se acontecer, volto correndo para o Brasil hehehehehehe

Vera: Minha sogra se veste de branco e adota a dieta vegetariana sim, mas quando vem para Delhi e fica na minha casa, longe dos hindus e da família.....hehehehehehe deixa pra lá. Quando o sogro faleceu ela não raspou a cabeça careca não mas cortou um bom pedaço do seu longo cabelo que ia até o joelho. Agora o cabelo vai só até a bunda.
Infelizmente hehehehehe ela não foi para nenhum viuvário em Veranasi e mora com o filho mais novo em Calcutá. Como viuva não pode se enfeitar e se produzir, ela não usa mais jóias, pulseiras, maquilagem etc.
O ritual hindu requer que o filho mais velho também raspe a cabeça e meu esposo ficou careca quando o pai faleceu, mas para os homens é permitido que o cabelo volte a crescer depois.
O que me impressiona é que a Sônia Gandhi, italiana e cristã de nascença, segue até hoje esta tradição hindu, e olha que quando o marido indiano dela morreu ela ainda era jovem e muito bonita, mas a velha Indira Gandhi já tinha feito lavagem cerebral nela. (nossa quanta fofoca) heheheehehehe.

Verônica: Meu esposo disse que “a Índia é sureal e que não entende muitas coisas”. Ele nunca foi um indiano típico e por isso mesmo casou-se comigo (estrangeira). É realmente difícil entender como os indianos odeiam tanto que as outras pessoas sejam felizes e demonstrem carinho com beijos e abraços. Aqui beijos e abraços em público só mesmo os gays masculinos podem praticar livremente. Coisas da cultura, não dá para explicar.
Mas o pedido de prisão de Richard Gere continua de pé. Da próxima vez que ele vier a Índia será preso pelo beijo que deu em Shilpa.
Pedro: Recado do Diego para vc:
Olá Pedro,
Você é o Pedro de Campinas?
Talvez eu seja o mesmo Diego que vc pensa, mas não morava em Sta Catarina, eu morava em Foz do Iguaçu.
Agora moro em Curitiba e sempre que possível freqüento o grupo da SRF.
Graças a deus tenho tocado bastante sim, e estudado bastante também.
Um grande abraço amigo, é um grande prazer reencontrar amigos como você.
Valmir: SIM, há uma grande desproporção entre o número de homens e mulheres aqui na Índia. Falta mulher aqui!! Por isso mesmo os indianos estão casando com brasileiras, russas e outras estrangeiras, além do que, brasileira é limpa, toma banho, usa desodorante, se depila etc.

Om Shanti