12 de junho de 2007

Cavalos Humanos


Namastê

Fim dos riquixás põe em risco empregos na Índia

Debarati Roy

Há cerca de 18 mil puxadores de riquixás em Kolkata, (antiga Calcutá) a única cidade no mundo ainda servida pelos denominados “cavalos humanos”.

É desumano que, em nossos dias, uma pessoa transporte outra”, diz o prefeito Bikash Bhattacharya, de 55 anos, membro do Partido Comunista da Índia (marxista), que governa Bengala Ocidental. “Já fizemos tantos progressos. Agora queremos tirar os riquixás das ruas.”

(Na verdade os indianos mais civilizados sentem vergonha dos “cavalos humanos” de Calcutá. Riquixás puxados a seres humanos não condiz com a imagem da India “espiritualizada” que o governo vendia nas décadas de 70 e 80 e muito menos com a falsa imagem da India “moderna e em desenvolvimento” que o governo tenta vender agora para os ocidentais).

“No início, nosso governo empenhou-se a fundo na defesa de agricultores e outros segmentos pobres da sociedade”, diz Jyoti Basu, 94 anos, que aposentou-se em 2000 após 25 anos no cargo de ministro-chefe de Bengala Ocidental. “Demoramos para atrair investimentos, e agora nos damos conta de que necessitamos de verbas para erradicar a pobreza no Estado.” (Os comunistas estão virando capitalistas).

Foi em 1984 que Basu pela primeira vez liderou as tentativas de proibir a atividade dos puxadores de riquixás, os “rickshawalas”. Outras duas tentativas também fracassaram devido a protestos de sindicatos dos puxadores.

Desta vez, o Estado está determinado, diz o prefeito Bhattacharya. Os legisladores aprovaram um projeto de lei, em dezembro, proibindo a circulação dos estimados 5 mil riquixás em Kolkata. O plano é eliminá-los gradualmente.

“A visão de um ser humano puxando outros seres humanos com seus ombros em troca de migalhas não engrandece a imagem de Kolkata”, declarou o ministro-chefe Buddhadeb Bhattacharya, ao jornal indiano Tribune em 2005. (A verdade é que Calcutá é toda uma grande e feia favela. O lugar mais horrivel da India que conheci até agora e por isso mesmo foi escolhida pela Madre Teresa).

Os riquixás foram inventados na década de 1860 no Japão, onde eram denominados “jinrikishá”, ou, “veículos movidos por humanos”. Os veículos chegaram à Índia cerca de 20 anos depois, inicialmente em Simla. Na virada do século, comerciantes chineses estavam usando-os para transportar mercadorias e pessoas em Calcutá.

A China e o Paquistão proibiram os cavalos humanos meio século atrás.

Mas os riquixás continuam sendo a forma mais barata de transporte em Kolkata, a cerca de US$ 0,23 por quilômetro. Não fazem distinção de classe, casta ou religião.

“Os riquixás fizeram parte de minha vida”, diz S.B. Roychoudhury, administrador aposentado de uma plantação de chá em Kolkata. “É o único meio transporte que funciona mesmo sob chuvas pesadas em ruas inundadas.”

Os puxadores estão inseguros quanto ao que lhes acontecerá quando a proibição entrar em vigor. “Kolkata está adotando uma política antipobres”, conclui Jowahar, um puxador de riquixa, já na terceira geração. (O partido comunista da Bengala ocidental não quer mais saber de pobre, agora eles querem dinheiro. Viva o capitalismo!!)


Calcutá é o único lugar na Índia aonde ainda existe riquixá movido a ser humano, assim como aonde ainda existe bonde. Isso mesmo, se você quiser andar de bonde na India, só vai encontrar em Calcutá. Ir para Calcutá é como entrar no túnel do tempo de volta ao passado uns 100 anos no mínimo.

Não se pode chamar Calcutá de cidade pois não possui infra-estrutura. Na verdade é um aglomerado semi-urbano ou uma grande favela para deixar mais claro. Eu prefiro chamar Calcutá de ‘vila’.

Desde 1999 quando aqui cheguei que ouço esta estória do governo querer retirar os puxadores de riquixá das ruas, mas até hoje nada foi feito. A verdade é que eles não querem largar a profissão pois tem medo de virar mendigos e passar fome. Solidariedade e empatia com certeza não são o forte dos indianos e os puxadores de riquixá sabem bem disso.

Leia as matérias antigas que escrevi sobre este assunto e saiba mais sobre os cavalos humanos.


Em breve no Indiagestão, lista completa dos os livros escritos por Mahatma Gandhi; inclusive LIVROS ONLINE GRÁTIS para baixar. (em inglês)

Incredible India!

Om Shanti