21 de agosto de 2007

Respostas

Respostas – Parte II


José: Os bramanes tiraram mais que uma casquinha da divisão de castas, eles tiraram uma casca de tamanho médio, os katrias tiraram uma cascona :)


E quem se ferrou, como sempre, foram os casta baixa (miseráveis pois nem como pobre da para classifica-los, coitados!)


Marisa: Agradeço sua oferta de abrirmos um pet shop em sociedade, mas não nasci para negócios, sou muito trouxa; seria passada pra trás pelos indianos na primeira oportunidade. Eles são muito gatunos para negócios e eu sou muito trouxa.


Nadadeordinario: Desconheço qualquer historia, mitologia e motivo para que os indianos detestem tanto os gatos. Alguém me sugeriu que talvez seja porque eles preferem os ratos e como sabemos, os gatos gostam de caçar.


Só sei que no Egito antigo os gatos eram vistos com reverencia e eram enterrados na catacumba junto aos faraós. Bons tempos aqueles para os gatinhos...


Gleice: Com certeza a globalização tem uma parcela no consumismo desenfreado indiano, mas o crescimento econômico da Índia e a perda dos valores religiosos e morais dos indianos são os maiores culpados na minha opinião. Para mim o problema não eh externo (globalização), mas sim interno (valores pessoais, sociais e religiosos).


Verônica: Leitoras, a minha querida Verônica sintetizou muito bem o lance do consumismo indiano com o seguinte comentário: “Acho que indiano sofre de muito baixa auto estima. Sabe aquela coisa de quem nunca come mel e quando come se lambuza!”


Tatiana: Ate hoje sinto falta da mãe do Tigu, minha gata preta linda!! AMO animais pretos. Cor para mim nunca foi problema, meu marido indiano eh escuro. Já que sua mãe não quer um gato preto, melhor respeitar do que ter o gato e depois ela maltratar o bicho. Arrume um gatinho cinza com muitas listras pretas ou um gato “vaquinha” aqueles brancos com manchas pretas, assim ela vai se acostumando a cor preta.


Nos humanos somos seres inferiores se comparados aos animais.


Nos preocupamos com a cor do bicho, raça, tamanho do pelo etc. Os animais nem querem saber se somos negros, brancos, pardos, altos, baixos, gordos, magros, feios, bonitos, etc. eles simplesmente nos amam do jeito que somos. Eles praticam o amor incondicional que Deus tentou nos ensinar mas ate hoje não aprendemos. Quero nascer gato na próxima vida!!! (meu conceito de evolução eh diferente da maioria. Os espiritas e teosofistas, vão me abominar hahahahahaha).


Belatrix: Os indianos valorizam o casamento não por ser um sacramento mas sim por ser um contrato de negócios; e onde tem dinheiro, tem indiano!


O outro motivo eh mais obvio; como os indianos matam as meninas e os fetos femininos, falta mulher na Índia (por isso tem tantos indianos casando com brasileiras), casar eh o único modo de ter relações sexuais garantidas!! Isso mesmo, não eh pra rir não. Enquanto a família do noivo garante um futuro tranqüilo com o dote que a família da moca tem que pagar, o noivo garante uma vagina para trepar!!! Pode ate parecer tosco para vocês, mas eh a nossa realidade aqui na Índia.


Elci: Sim, a maioria arruma cônjuge pelo jornal, eh normal.


Achei de bom tom o rapaz com HIV não cobrar dote da noiva.


Sim, aqui tem preservativo e eh legal utiliza-los, na verdade, este e o coito interrompido são os métodos anticoncepcionais mais utilizados pelos indianos para evitar a gravidez.


A Idade das pessoas que enviam anuncio para o jornal eh na faixa dos 20 anos ate os 30 pois são classe media. Os casta baixas casam-se ainda crianças ou adolescentes. Isso atualmente 2007 pois antigamente todos se casavam menores de idade ou com crianças como no caso de Gandhi e Ramakrishna.


Sim, já utilizei os pau-de-arara como meio de entrega, ate porque NAO ha outro meio de entrega aqui na Índia.


Monique: A mascara do teatro-danca Khatakali não eh horripilante para os indianos, aqui eh algo comum e tradicional.


Ibira: “Mulher sofre em qualquer canto do mundo, em menor ou maior grau, mas sofre. O gênero masculino é um gênero ignorante e idiota....” Banyan, concordo com vc 100%.


Todos os comentários em relação a “degolação” da escritora Tasmila foram excelentes, mas este do Ibira foi direto ao ponto, e pasmem leitoras queridas, o Banyan eh Homem, porem não mentecapto. Parabéns meu querido!!!


Marcelo: Anote ai o email do restaurante brasileiro na Índia, wildfire@cpgurgaon.com

Website: www.crowneplaza.com


André: (de Porto Alegre) Fiquei feliz com sua participação. Parabens por ter deixado de ser chupim :)


Marisa, Rose e Pedro: O objetivo do Indiagestao eh somente transmitir noticias e fatos sobre a dura realidade indiana do modo mais verdadeiro possível, sem mascara alguma e sem usar sofismas. Me esforço ao máximo para que o Indiagestao seja o blog mais pé no chão da Internet e por isso mesmo o volume de leitores aumenta a cada dia. Debates e polemicas não fazem parte da proposta deste blog.


Eu sei muito bem que o volume de noticias e informações eh grande e para algumas pessoas eh ate brutal e não da tempo de digeri-las, por isso mesmo o blog chama-se Indi(a)gestao.


O Indi(a)gestao eh como a Índia, intenso, superpovoado (de informações e noticias), indigesto, onde sempre ha algo novo para se ver e aprender. Só quem já veio a Índia consegue ter a dimensão do que estou dizendo. O Indi(a)gestao eh na verdade, um pedacinho da Índia.


Aqui as noticias não param, todos os dias são centenas de coisas acontecendo, na verdade nem tem como parar. Como diminuir o ritmo de um pais com mais de 1 bilhão de habitantes???


Ler o Indi(a)gestao eh fundamental para todos que estão planejando vir a Índia. Somente este blog fornece em escala muito reduzida a loucura que eh viver neste pais superpovoado. Aqui não temos tempo de absorver uma noticia e já estamos sendo bombardeados por dezenas de outras. O que eu passo no blog eh somente 0.1% de tudo que acontece aqui. O Indi(a)gestao eh intenso pois assim eh a Índia. A Incredible Índia!


Rose: As duas vezes que fui atacada por vacas eu estava tão apavorada que não prestei atenção se elas tem dentes superiores. Alias, já tomei também respingo de urina de vaca e em Jaipur já tive ate que empurrar uma pela bunda. Minhas experiências com as vacas (animal) não são das mais agradáveis; mas para 8 anos e meio de Índia, esta bom demais, afinal nem de leite eu gosto. Hahahahahahaha


Om Shanti