19 de setembro de 2007

Treinador de maratonista de 6 anos é acusado de tortura

Treinador de maratonista de 6 anos é acusado de tortura

Budhia Singh foi citado no livro dos recordes após correr 65 km

em sete horas.

BBC Brasil - BBC

- O treinador de um menino indiano de seis anos de idade, famoso

por correr maratonas, foi indiciado por tortura, anunciaram autoridades da Índia.

De acordo com a polícia do país, Biranchi Das foi preso após a

mãe do menino maratonista, Budhia Singh, ter dito que encontrou cicatrizes no corpo do filho. O treinador nega as acusações.

Budhia começou a correr aos três anos de idade e no ano passado

entrou no livro dos recordes após ter corrido 65 km

ininterruptamente em pouco mais de sete horas. Ele se tornou

uma celebridade da noite para o dia.

Em entrevista à televisão indiana, Budhia disse que Das o

havia punido deixando-o trancado em um quarto, sem comida,

por dois dias.

"Ele também me bateu com um espeto de ferro quente", disse

o menino, mostrando marcas de queimaduras em suas mãos.

Das disse que está sendo vítima de um complô armado pela mãe da criança.

A mãe, por sua vez, diz que o treinador batia em Budhia

regularmente e em uma ocasião prendeu o menino em um

ventilador de teto e jogou água quente nele.

"Você acredita que eu poderia ter feito isto com Budhia?", perguntou Das ao repórter.

"Pergunte às pessoas na favela onde ele vivia. Quando Budhia

veio para cá, todo o seu corpo estava coberto com feridas. Eu

cuidei dele como meu filho."

Das disse que as acusações são "uma conspiração contra

mim armada pelo departamento de bem estar da criança do

Estado (de Orissa)".

Ele insiste em dizer que a saúde do menino é "normal".

"Ele é um patrimônio da nação", disse o treinador. "A Índia

não tem maratonistas e, quando uma criança começa a correr,

ao invés de apoiá-la o governo põe fim à sua carreira".

Budhia nasceu na favela de Bhubaneswar, a capital de Orissa.

Seu pai pedia esmolas e a mãe é lavadora de pratos.

Quando o pai morreu, a mãe de Budhia, sem condições de criar os quatro filhos, permitiu que ele fosse "adotado" por Das, que

começou a treinar o menino para ser maratonista.

Budhia está de novo vivendo com a mãe.