13 de setembro de 2009

Tigu Transformando Corações


Tigu
Namaskar

<//meta><//meta></ meta=""><//><//meta></ meta=""><//></ meta=""><//></><//><//meta><//meta></ meta=""><//><//meta></ meta=""><//></ meta=""><//></><//><//meta><//meta></ meta=""><//><//meta></ meta=""><//></ meta=""><//></><//><//meta><//meta></ meta=""><//><//meta></ meta=""><//></ meta=""><//></><//><//link><//link></ link=""><//><//link></ link=""><//></ link=""><//></><//> -->
Quando em 2001 perguntei ao meu esposo indiano por que os indianos não gostavam de pets, eu me referia a cães e gatos. No entanto nada havia me preparado para a resposta que recebi.



- Claro que gostam, minha avó tinha 5 vacas!



Por uns segundos eu havia me esquecido que agora morava na Índia, um país com uma cultura bastante diferente da ocidental.



Aqui na Índia os animais de estimação são as vacas, macacos, elefantes, búfalos, ursos, pavões, camelos e cobras.



Perguntei-lhe se poderíamos ter um pet e imediatamente meu esposo respondeu que só se fosse um cãozinho pois gatos estavam fora de questão.



Os indianos nutrem uma fobia anormal pelos gatos e os vêem como sendo animais símbolos do mau. Mau este que só existe na cabeça limitada dos indianos.



Em 2005 pedi em oração ao universo que me enviasse um cãozinho. Mas ele tinha outros planos, e enviou uma gata preta, bem na porta da minha casa.



Aceitei-a como presente divino e comecei a cuidar dela.



Em março de 2006 ela deu a luz a 4 gatinhos lindos.



Quando seus filhotes estavam com 2 meses de idade ela carregou 2 deles para fora de casa e já estava levando o terceiro na boca quando eu vi e fui correndo pegá-lo. Ela não gostou nada da minha intromissão e pulou a janela para nunca mais voltar.



Um dos gatinhos que restou era rajado e recebeu o nome de Tigu, uma corruptela para ‘tigre’, pois se parecia com um pequeno tigre.



Tigu transformou o coração de meu esposo indiano, que atualmente o considera como um filho. E de fato Tigu é nosso amado filho-felino.



A simples presença de Tigu em nossa casa, fez com que diversos indianos mudassem de opinião em relação a gatos. O ponto alto foi quando um colega de serviço do meu esposo disse que agora tem 4 gatos após ter vindo à nossa casa e ter visto nosso amor pelo Tigu e o dele por nós.



Agora entendo porque o universo me enviou um gato e não um cão!



Com 3 anos de vida, Tigu já tocou diversos corações indianos, imagine quantos mais irá tocar...

Tigu Brincando

OM Shanti