17 de fevereiro de 2011

Santhara - Morte Voluntaria



Namaskar

Santhara - Morte Voluntária


Morte Voluntária não refere-se somente a Eutanásia (morte assistida em caso de doença grave ou debilitante); ela inclui também todo e qualquer tipo de morte onde a pessoa de sã consciência tenha optado por livre e espontânea vontade, dar cabo da própria vida.


O suicídio, seja por motivos pessoais/amorosos/financeiros/honra, seja por motivos “nobres” como os pilotos Kamikazes japoneses da Segunda Guerra Mundial, ou ainda os terroristas suicidas que servem como bombas humanas; é na verdade um ato de Morte Voluntária. No entanto, existem ainda, outros tipos de Morte Voluntária.


Na zona rural do Japão era comum a Morte Voluntária por parte dos idosos. Para não serem um peso para sua família, eles subiam as montanhas, ou eram levados por seus filhos, onde permaneciam até morrer. Esta tradição surgiu em uma época de muita pobreza e falta de alimentos e, portanto tratou-se de evento de cunho econômico, que acabou por integrar-se na vida social dos japoneses das zonas rurais.


Santhara é a Morte Voluntária praticada pelos jainistas como um caminho rápido para se atingir Moksha (a liberação do Samsara, ciclo de nascimento e morte, ou seja, reencarnações).


465 Jains praticaram Santhara Morte Voluntária em 2008. No ano seguinte, 550 optaram pela morte voluntária como caminho espiritual para acabar com os ciclos de reencarnações.


A Morte Voluntária praticada pelos jainistas é tema polêmico na Índia; país onde surgiu a religião Jainista, um desmembramento do hinduismo. Os jainistas praticam a morte voluntária deixando de se alimentar e/ou deixando de ingerir líquidos. No geral este tipo de Morte Voluntária é adotada por jainistas idosos e enfermos.


Em seu artigo 21 a constituição indiana garante o direito de vida de uma pessoa, mas não garante o direito de morte, ou seja, suicidar-se, praticar a morte voluntária, é ilegal segundo a constituição. Todavia, o artigo 25 garante a liberdade aos cidadãos de praticarem, professarem e propagarem sua religião; e o Santhara faz parte da religião Jain.






.