16 de setembro de 2006

Ioga - Parte 5 - Sankha Dhouti



Nâmaskar

Todos os sábados estarei postando sobre ioga.

ATENÇÃO: Não copie estas postagens sem autorização pois tem copyright (direitos autorais).

Continuação...

IOGA não é só Asana e Pranayama. Se você aprendeu somente asanas e pranayamas saiba que você não aprendeu a verdadeira ioga indiana, mas sim uma adaptação para ocidentais.

Medidas Rejuvenescedoras – Sankha Dhouti or Shankha Prakalan

O formato de nosso intestino é como e uma concha. A purificação do intestino em forma de concha chama-se sankha purificação ou varisar ação. Esta atividade foi experimentada em diversos pacientes foi descoberto que realmente rejuvenesce a pessoa. Este processo é capaz de curar doenças muito sérias e crônicas. Não há quase nenhuma doença incluindo problemas estomacais, obesidade, hemorróidas, hipertensão, diabetes e doenças relacionadas a elementos de tecidos, que não possa se beneficiar por esta atividade. Descobrimos em campanhas de ioga que metade dos benefícios são atingidos devido a asanas de ioga e atividades e a outra metade são atingidos graças a este processo. Nós lavamos roupas todos os dias. Se não lavarmos a roupa por um dia elas ficam sujas. Nosso abdome possui cerca de 12 metros de comprimento de intestino, que nunca estão limpos nenhuma vez durante nossa vida. Como resultado, uma camada de matéria tóxica e contaminada acumula-se nas paredes internas. Devido a formação dessa camada, absorção e secreção de sucos não ocorre devidamente, resultando em dispepsia, indigestão, acidez, etc. Putrificação desta matéria causa fedor no estômago. Causa problemas gástricos. Os sucos não são produzidos apropriadamente.
Quando o principal instrumento é deformado, os órgãos subsidiários como estômago, pâncreas, etc. também são afetados e causam diversos tipos de doenças.

Nosso corpo é um instrumento. Uma grande maravilha de muitas maravilhas no mundo, é uma grande surpresa quem criou este instrumento único? Assim como levamos um instrumento musical para manutenção e afinação, carros, relógios e outras máquinas, que lhes permitem funcionar apropriadamente, do mesmo modo, devemos fazer a manutenção de nosso corpo, para que continue saudável, vivendo por muito tempo e forte.

Itens necessários para este processo:

Uma caneca (para beber água), água morna que contenha quantidades apropriadas de suco de limão e sal de rocha, khichdi semi sólido feito de arroz e lentilha moong, 100 gr de ghee por cabeça feito de leite de vaca. Caso não tenha ghee feito de leite de vaca, então use ghee feito de leite de búfalo. Um tapete ou coberta para fazer o asana, um leve lençol para cobrir, e um banheiro por perto são necessários.

Preparação Prévia: A prática de asanas deve começar pelo menos uma semana antes do dia em que esta atividade será realizada. Na noite anterior da realização desta atividade, devem ser comidas refeições fáceis de serem digeridas por volta das 20 horas. Ao entardecer,

Beba leite misturado com 50-100 gr de uva passa pois isto facilita o processo de purificação. Vá para cama antes das 22 horas. No dia seguinte, se possível, livre-se das tarefas matutinas, como escovar os dentes, evacuação, tomar banho etc. Tanto faz se você evacuou ou não.

Três tipos de água:

(a) Água contendo suco de limão e sal de rocha: Acrescente quantidades apropriadas de suco de limão e sal de rocha à água. Todas as pessoas saudáveis, excetuando pacientes de pressão sangüínea alta, problemas kaphaja e vatika, tem que beber esta água.

(b) Para os pacientes de kaphaja e vatika: Pacientes sofrendo de dores físicas como dores nas juntas, gota, inchaço, espondilose cervical, disco fora do lugar, etc e problemas kaphaja devem beber somente água morna com sal de rocha.

(c) Para pacientes com hipertensão e doenças de pele: As pessoas que sofre de hipertensão ou qualquer doença de pele devem beber água quente contendo só suco de limão antes de realizar a atividade.

Método:

■ Sente-se em Utkatasana (no seu pé) e beba rapidamente, sem se preocupar com o sabor, um ou dois copos de água preparada, segundo as instruções. Então faça duas repetições dos cinco asanas prescritos para esta atividade e então beba água o tanto quanto desejar. Após beber água, repita os exercícios na mesma ordem. Deste modo, repetindo os exercícios e bebendo água resultará em evacuação. Não tente forçar a evacuação no banheiro. Evacue na quantidade que vier. Enquanto está sentado no banheiro, faça ashvini mudra (contraindo e expandindo o ânus), isto limpará o estômago e hemorróidas e outras doenças também serão curadas. Após sair do banheiro, beba água novamente e faça os exercícios. Deste modo continue bebendo água e fazendo os exercícios e evacuando. Depois de ter ido ao banheiro 8-10 vezes, você verá que água amarela para de fluir. A água, que você tem bebido, a mesma água está saindo pelo ânus. Então beba 4-5 copos de água ou quanto quiser e faça Vaman Dhouti. Após fazer Vaman Dhouti deite-se em Savasana por 30-40 minutos e descanse. Cubra o corpo com um lençol leve, prevenindo exposição excessiva ao vento. Depois de 30-40 minutos de descanso, coma o pré preparado khicari feito de lentilhas em quantidade igual de arroz e lentilha Moong (lentilhas partidas ao meio ainda com casca) e contendo uma quantidade pré aquecida de ghee, conforme o gosto. Recomenda-se consumir pelo menos 50 gr de ghee, enquanto uma pessoal saudável pode consumir o tanto quanto quiser. Esta atividade purifica todo o corpo. Após a purificação, o corpo deve ser lubrificado do mesmo modo que se lubrifica os veículos após lavagem e limpeza. Depois desta ação, o ghee que é consumido, realiza a ação de lubrificação em todas as glândulas e elas tornam-se macias. Devido a lubrificação, a matéria excretada, etc não gruda nelas. Portanto o ghee consumido não faz mal a pessoa sofrendo de nenhuma doença. Depois de come khichari, se possível, faça yoga nidra. Yoga nidra é similar a Savasana. Dhyan tem uma importância especial neste processo. Agora iremos descrever os cinco asanas necessários para Sankhya Prakshalan.


(a) Urdhawa Tadasana

Método:

■ Fique em pé e entrelace os dedos das mãos e mantenha-os na cabeça. Mantenha as pernas fechadas.

■ Inspire e estique as mãos para cima e simultaneamente levante os calcanhares. Enquanto expira, desça. Mantenha as mãos na cabeça. Repita 5 vezes.

(b) Tiryak Tadasana

Método:

■ Fique na posição mencionada acima, levante as mãos, entrelace os dedos e estique-os reto para cima. As palmas devem ficar viradas para o céu e os pés devem ficar afastados cerca de 35 cm.

■ Ao inspirar, dobre-se para a direita o máximo possível, sem dobrar-se para trás ou para frente, e os braços não devem ficar encostados nos cotovelos. Ao expirar, leve as mãos acima da cabeça. Do mesmo modo faça do lado esquerdo. Faça isso cinco vezes de cada lado.

(c) Katichakrasana

Método:

■ Mantenha as pernas afastadas a cerca de 35 cm, fique em pé ereto. Ponha as mãos nos ombros. Mantendo as palmas retas viradas para baixo.

■ Vire a mão direita pela frente e ponha-a no ombro esquerdo. Dobre a mão esquerda por trás e ponha-a na cintura. A palma da mão, que está na cintura, deve estar virada pra cima.

■ Agora enquanto gira o pescoço para a esquerda, olhe por trás para o tornozelo direito. Se você não puder vê-lo, então continue tentando. Depois de fazer de um lado, repita do outro lado.
Similarmente, realize isso 5 vezes de cada lado.

Segundo Método:

■ fique em pé e traga as mãos para frente do peito. Enquanto inspira, vire as mãos para o lado direito o máximo possível. A distância entre as mãos deve ser igual a largura do peito e a visão fixa entre as mãos. Ao expirar, volte a posição do meio. Do mesmo modo, faça do outro lado.

(d) Tiryak Bhujanasana

Método:

■ Deite-se no seu estômago e ponha as mãos ao lado do peito e próximo aos ombros. Os cotovelos devem tocar os lados e estarem levantados.
■ Enquanto mantém uma distância de 35 cm entre as pernas, mantenha os dedões alongados para trás.

■ Ao inspirar, levante o peito. Quando a porção acima do umbigo estiver elevada, olhe para o calcanhar esquerdo por cima do ombro direito. Enquanto expira, desça. Repita do lado esquerdo.

(e) Udara-karsana ou
Sankhasana

Método:

■ Agache-se e mantenha as mãos nos joelhos. Mantenha uma distância de 35-40 cm entre as pernas.
■ Enquanto inspira, repouse o joelho direito próximo ao dedão do pé esquerdo e vire o joelho esquerdo para a direita.
■ Vire o pescoço para a esquerda e olhe para trás. Fique nesta posição por algum tempo e volte a posição central. Repita isto do outro lado.

Benefícios:

■ Esta atividade cura todos os tipos de doenças, como já foi informado anteriormente.
■ O corpo torna-se limpo e puro e leve como uma flor, cheio de brilho.
■ Todas as doenças como constipação, dispepsia, gás, acidez, arroto azedo e hemorróidas, etc. são curados definitivamente.
■ É extremamente benéfico a obesidade, diabete, doenças respiratórias, doenças do coração, apendicite, dor e cabeça e todas as doenças relacionadas a boca, garganta, língua e olhos.
■ Cura desordens menstruais. Dores nas juntas, artrite, etc doenças relacionadas vata, embranquecimento do cabelo, rugas no rosto e marcas escuras de pigmentação, etc são todas curadas.
■ É extremamente benéfico para todas as doenças relacionadas ao intestino, rins, pâncreas e baço. Resumindo, os benefícios desta atividade são ilimitados.

Precauções:

■ No começo, isto deve ser praticado sob a orientação de um instrutor. Fazer este asana pode ser cansativo e doloroso.

■ Usa-se água morna e sal para realizar esta atividade. Realizar este asana causa sede e aquecimento interno. Nesta condição, consumo de água fria é prejudicial, pois causa canseira e fraqueza no corpo. O praticante sente-se inconfortável.
Portanto é necessário que no começo, a temperatura da água deve ser só morna e a quantidade de sal deve ser excessiva. Este problema é resolvido pela diminuição sucessiva na quantidade de sal da próxima vez. Se beber água resultar m vômito, então beba menos água e não faça Tiryak Bhujangasana.

■ Inicialmente, você passará fezes seguida por água amarela, e depois da água amarela, passará água normal. Depois disso novamente água amarelada sairá. Neste ponto, a atividade deve parar.

■ Depois de comer khichari, não beba água por 3 horas. Mesmo após 3 horas se você quiser beber água, beba pouca quantidade de água morna. Não se deve beber água fria neste dia. Porque beber água fria pode causar problemas na garganta, assim como catarro e resfriado, etc.

■ Descanse o dia todo, não ande ao ar livre. Depois da atividade, descanse mas não durma.

■ Não tome banho após a atividade. Se for verão então pode tomar banho de água quente ao por do sol.

■ Após a atividade, não sente-se em baixo do ventilador e no inverno, sentar-se ao sol é proibido.

■ Não lave as mãos e pés em água fria por todo o dia. Isto pode causar inchaço. Em dia nublado ou se estiver chovendo, esta atividade não deve ser feita.

■ Crianças, mães de recém nascidos, e pessoas muito fracas não devem faze-la.

■ Após três dias de ter realizado esta atividade, leite e derivados como doces, leite com manteiga, coalhada, etc. (excetuando ghee) não devem ser consumidos.

■ O khichari deve ser feito semi-sólido ao acrescentar arroz e lentilhas na mesma quantidade.
Ao cozinhar, somente sal de rocha e açafrão da terra em pó deve ser acrescentado. Não use mais nada. No dia que esta atividade for feita, somente khichari e ghee podem ser consumidos, não coma mais nada. Mesmo depois desta atividade, os que são obesos sofrendo de doença crônica do abdome, e diabete, devem consumir somente kichari, pelos próximos três dias. Não ponha ghee no khichari na mesma

Quantidade como antes. Normalmente, no segundo dia, uma pequena quantidade de vegetais verdes pode ser ingerida. Significa que somente alimentos de fácil digestão podem ser consumidos em pequena quantidades. Após três dias, comece gradualmente a comer refeições normais.

Hora da prática:

Diabéticos devem fazer esta atividade a cada 40 dias. Pacientes com hemorróidas, constipação crônica e psoríase também devem fazer isso a cada 40 dias. Uma pessoa saudável deve fazer uma vez a cada seis meses ou uma vez por ano para o corpo não pegar nenhuma doença.

Incredible India! (slogan oficial do governo indiano)

OM Shanti