31 de julho de 2005

Mumbai x New Delhi


Nâmaskar

Aqui vai uma rápida comparação entre Mumbai (antiga Bombay) e New Delhi (Nova Delhi).

New Delhi é a capital política da Índia e Mumbai é a capital financeira. Fazendo uma analogia, seria algo como Brasília e São Paulo.

New Delhi possui atualmente, uma população de 12.8 milhões de habitantes em uma área de 1483 Km² e as principais línguas faladas são o inglês e o hindi.
Delhi é um distrito federal tal como Brasília e fica situada entre os estados de Haryana e Uttar Pradesh (UP).

Delhi é absolutamente rica em história datando de 3 mil anos A.C. onde inicialmente era conhecida pelo nome de Indraprastha como aparece no épico indiano Mahabharata.

Eu amo a parte histórica de Delhi e poderia escrever várias páginas sobre isso, mas o melhor mesmo é vivênciar essas ruínas tão lindas, vê-las, fotografá-las e tocá-las!!!

Infelizmente a conservação do patrimônio histórico não parece ser prioridade por aqui. Enquanto os turistas estrangeiros olham com respeito para esses monumentos tão antigos, os indianos escrevem seus nomes nas paredes, queimam as paredes com incensos, gritam, arrancam pedaços, jogam lixo, fazem xixi e outras atrocidades. Os próprios indianos destroem suas riquezas históricas. Lamentável :(
Outra coisa de se lamentar é que o ministério do turismo de Delhi elegeu apenas meia dúzia de locais históricos para promover, enquanto o restante é ignorado. Eles preservam e conservam essa meia dúzia de monumentos e as agências de turismo fazem o mesmo e levam os turistas apenas e tão somente para esses locais.

Mumbai é o novo nome da antiga Bombay, pois é, nem ela escapou a paranóia indiana de trocar os nomes das cidades, ruas etc. Os nomes são trocados, mas as condições de vida da população permanecem as mesmas!


Indianos de todos os estados vão para Mumbai em busca de uma vida melhor, aos moldes do que ocorre com São Paulo; por isso Mumbai transformou-se numa grande favela.


Sua população é bem maior do que a de New Delhi com 16.4 milhões de habitantes espremidos em apenas 440 Km²!!! Mumbai fica em uma ilha.

Mumbai é a cidade mais rica e próspera da Índia, apesar de ficar em ilhas na costa do estado de Maharashtra. As ilhas são conectadas por pontes entre si e com a costa. As línguas mais faladas são inglês, hindi e marathi.

Mumbai é o único lugar da Índia onde não falta água e eletricidade. Seu sistema de trens urbanos é muito eficiente e a infra-estrutura a melhor do país. Mumbai não é vista como local histórico e não é considerada um lugar turístico como New Delhi.

Mumbai é a cidade considerada mais segura para as mulheres. Os níveis de estupro e violência contra as mulheres é bem menor comparando-se com o restante do país e especialmente com Nova Delhi.
 

Atualmente o número de divórcios em Mumbai tem aumentado drasticamente pois as esposas se recusam a ter sexo na frente dos sogros, cunhados e crianças.
Esclarecimento: na cultura indiana, quando uma mulher casa, ela tem que morar na casa dos pais do marido. O problema habitacional em Mumbai é gravíssimo e o aluguel extremamente caro.

FOTO: Mumbai

http://www.indiagestao.blogspot.com/

Incredible India! (slogan do governo indiano)

Om Shanti

29 de julho de 2005

Terrorismo em Trem


Namastê

Infelizmente já passam de 800 o número de mortos devido a intensa chuva que cai no estado de Maharashtra. Somente na capital do estado, Mumbai, as vítimas fatais já ultrapassam 300; e há previsão de mais chuvas para os próximos dias.


***

Mais um trem sofreu um ataque terrorista aqui ontem, quando duas bombas explodiram dentro de dois vagões. O trem vinha de Bihar e seu destino final seria a capital, Nova Delhi. 10 pessoas morreram e 80 estão feridas.
***


Uma embarcação colidiu contra uma plataforma de petróleo na costa de Mumbai causando um incêndio que matou 10 pessoas, feriu várias e 13 estão desaparecidas. As pessoas que trabalhavam na plataforma, quando ocorreu a colisão e o incêndio entraram em pânico e se atiraram ao mar.

Nossa quanta tragédia em um só dia em um só país! É muita ziquizira ou como diriam os mais velhos “tá precisando se benzer”!


Certa vez discutia com uma amiga sobre a violência que acontece aqui na Índia e ela argumentava que a situação também é crítica no Rio de Janeiro. Mas creio que a violência do Rio, que mata de “bala perdida”, ainda é menor do que a que mata aqui de “bomba perdida”. Por maior que seja uma chacina, os mortos em geral ficam por volta de 5 ou 6, mas com bombas terroristas sempre morre mais gente e muitos ficam feridos. É muito triste você estar inocentemente viajando em um trem ou rezando em um templo e de repente uma bomba explode e você perde braços, mãos, pernas e olhos e fica aleijado para o resto da vida!!!!
***
Sahaj Grover, um garoto de 9 anos de idade que mora em Nova Delhi, venceu o campeonato mundial de xadrez da sua categoria e trouxe a medalha de ouro para a Índia.

Incredible India! (slogan do governo indiano)

Om Shanti

24 de julho de 2005

Educação


Nâmaskar

O sistema educacional indiano está baseado no sistema educacional britânico. O ano letivo começa em agosto.

Há escolas públicas e particulares.

As escolas particulares são consideradas melhores, embora o desnível educacional não seja tão acentuado como no Brasil.

Mesmo freqüentando uma escola pública aqui, a pessoa ainda aprende mais do que é ensinado nas escolas públicas brasileiras; sei disso pois sou professora. Resumindo, o ensino aqui é “puxado” e a competição é grande, visto a grande quantidade da população indiana.

O ensino é realmente de qualidade não só nas escolas mas também nas faculdades e universidades. Mas infelizmente, a grande parte da população rural indiana ainda não está alfabetizada, sendo que as meninas freqüentam muito menos as escolas do que os meninos.
Os pais ainda acreditam que as meninas não necessitam de estudo, uma vez que servem apenas para casar, procriar e cuidar da casa. É sem dúvida um contraste muito grande quando comparado com os centros urbanos.

Esse ano em Nova Delhi assim como outras cidades grandes, as moças obtiveram notas maiores do que os rapazes, nos exames de fim de curso. O ensino está bem dividido sendo quase 50% de rapazes e 50% de moças estudando. (Mas não se esqueça, isso só ocorre nas maiores cidades, que não passam de meia dúzia).

Os turistas e estrangeiros que vem visitar a Índia, ficam nas cidades e centros turísticos e portanto acabam conhecendo só a menor parte do país, ou seja, os centros urbanos onde residem apenas cerca de 30% da população indiana. Os outros 70% não são vistos ou conhecidos e portanto quando se escreve sobre a Índia, há que se escrever sobre ambas as zonas, isto é, rural e urbana, pois são duas realidades muito diferentes.

Observo que a zona rural é geralmente omitida; isso não deveria acontecer, visto que é onde mora a maior parte da população da Índia. Para se ter uma idéia do que estou falando, basta calcular 70% de 1 bilhão e 200 milhões de habitantes.

O que mais me surpreende é a utilização de uniforme escolar indo desde o pré até, pasmem, a faculdade!
Nem todas as faculdades exigem uniforme mas a essa regra há muitas exceções, e não é incomum ver os estudantes indo para a faculdade de uniforme.

No geral o uniforme masculino inclui o uso de gravata, mais uma vez desde o pré até a faculdade, calça comprida, camisa e para o inverno um paletó. Calçado: sapatos pretos.

O uniforme feminino muda conforme a idade e segundo o estabelecimento de ensino. Do pré até cerca do oitavo ano escolar, geralmente as meninas usam saia na altura do joelho e blusa (já vi uniforme feminino com gravata também). Calçado: sapatos pretos.

A partir do oitavo ou nono ano o uniforme passa a ser o salwar suit (roupa indiana) ou o sari (roupa tradicional indiana). Calçado: sandálias abertas.

Meninos e meninas estudam em escolas separadas, poucas são as escolas mistas. Mesmo certas faculdade são separadas, ou seja, para rapazes e para moças.


As carteiras escolares são duplas e acomodam dois alunos. Todas tem ventilador de teto pois com o calor que faz durante o verão é indispensável. O resto é igual, lousa, giz, cadernos, lápis etc.

Incredible India! (slogan do governo indiano)

OM Shanti

23 de julho de 2005

Fetocidio Feminino


Namaskar

Um grupo de pesquisa da Universidade de Delhi vai estudar o por quê do fetocídio feminino continuar existindo apesar da proibição por lei.

O governo indiano anda preocupado com o fato de haver mais homens do que mulheres, ou seja, a população de meninos é muito maior do que a de meninas.

O governo indiano proibiu já faz tempo, a utilização de exame de ultrasonografia em mulheres grávidas. Somente mulheres com gravidez de alto risco podem fazer esse exame. Mesmo assim, ainda é comum encontrar médicos e hospitais que fazem o ultrason para detectar se o feto é masculino ou feminino.

Quando o feto é feminino um aborto é feito imediatamente e o feto eliminado. A decisão final é sempre tomada pelo marido e as mulheres apenas fazem o que lhes é ordenado; as indianas são deveras submissas.

***
Foi descoberto um aqüífero subterrâneo em Delhi e o governo já pensa em formas de utilizá-lo para tentar resolver o grave problema de falta d’água na capital.

***
O terrorista Mohamme Afroze que trabalhava para o grupo al-Qaida recebeu ontem uma sentença de 7 anos na prisão em Mumbai.

FOTO: Feto feminino de 8 semanas abortado.

http://www.indiagestao.blogspot.com/

Incredible India! (slogan oficial do governo indiano)

Om Shanti

21 de julho de 2005

Macacos não me Mordam!!!



Namaskar

Sim, mais um caso de estupro aqui em Nova Delhi.

Dessa vez a vítima foi uma moça de 23 anos no terceiro mês de gravidez.

Ela estava indo fazer suas necessidades fisiológicas no mato, como é o costume para as pessoas de casta baixa, juntamente com outras duas mulheres, quando um carro parou e enquanto um homem empurrava a vítima para dentro do carro os outros dois homens batiam nas outras duas mulheres que caíram ao chão inconscientes.

A vítima foi estuprada pelos 3 homens dentro do carro em movimento e após uma hora e meia foi jogada para fora do carro em um outro bairro. Similar ao estupro da diplomata Suíça que ocorreu aqui em Delhi em 2004.

O estupro coletivo é o mais comum aqui na Índia e é conhecido como “Gang Rape”. O estupro em gang é o favorito dos estupradores pois conseguem subjugar a vítima facilmente visto que eles sempre são a maioria; em geral de 2 a 4 homens.

A vítima está internada no hospital após ter perdido o bebê devido ao violento estupro que sofreu.

***

Mais um ataque terrorista com carro-bomba, dessa vez na cidade de Srinagar, lugar turístico.

O carro-bomba explodiu em frente a uma escola matando 5 pessoas e ferindo 20, muitas delas, crianças.

***

Os macacos continuam aterrorizando as pessoas. Entram nas casas fazendo bagunça, derrubando e quebrando tudo, roubando comida e batendo nas pessoas.

Dessa vez um moça que saía de casa para ir trabalhar foi surpreendida por 4 macacos rhesus que a atacaram e bateram nela por quase meia-hora.

As pessoas tentam se proteger pondo grades nas janelas e nas portas mas quando se está fora de casa, na varanda, calçada, rua ou parque não há como se proteger e os símios atacam sem piedade.

***
O Primeiro Ministro indiano está nos Estados Unidos e declarou que fará o possível para combater o terrorismo no país.


Incredible Índia! (slogan do governo indiano)

Om Shanti

14 de julho de 2005

Vaca Estuprada




















Os indianos sao adeptos da Zoofilia desde os tempos do Kama Sutra.

Namaskar


Inicio hoje o blog INDI(A)GESTÃO.

O nome do blog é uma brincadeira de palavras que confere a ele múltiplos significados.

E começamos aqui nossa viagem por este país tão fascinante e ao mesmo tempo bizarro....

Aqui na Índia o estupro rola solto.

Todos os dias nos jornais aparece pelo menos 1 ou 2 casos de estupro. Já virou rotina. Ninguém mais liga. Professores estupram alunos, alunos estupram professores, desconhecidos estupram diplomatas estrangeiras, há muitos estupros coletivos chamado aqui de "gang rape", pais estupram filhas, sogros estupram noras, enfim, é uma "estupração" generalizada.

Os estupros correm solto na terra do Kama Sutra e o pior é que a maioria fica impune. Aqui ninguém vai preso por estupro, visto que a culpa é sempre da mulher, segundo a sociedade extremamente machista indiana. Além do que, mulher não vale nada mesmo na Índia.

Dessa vez nem a vaca (animal) escapou!!!

Três indianos a caminho de casa no meio da noite, passaram por uma vaca e não pensaram duas vezes, estupraram a vaca. Amarraram suas patas e bateram nela pois a coitada não queria "cooperar" e depois foi aquela estupração.

No dia seguinte a vaca foi levada ao hospital veterinário pois foi encontrada toda ensangüentada e a beira da morte de tanto que foi judiada pelos 3 estupradores.

O que alarmou neste caso, não foi o fato de 3 indianos terem sexo com um animal pois a zoofilia é comum aqui, as cabritas, macacas etc. sabem bem disso. O que levou este caso aos meios de comunicação, é porque isso aconteceu em Nova Delhi, bem na capital do país, e não no interior!

Aqui esta a noticia original em ingles:
http://timesofindia.indiatimes.com/india/Two-men-tie-up-cow-rape-stab-it/articleshow/951733.cms?intenttarget=no


Incredible Índia! (slogan do governo indiano)

Om Shanti